24 novembro, 2016

"Barbosa não morreu*":Prefeito Interino compromete receita do FPM, para pagar dívida com o PASSEP

Que o "desgoverno" interino de Einstein Barbosa já foi pro brejo não é novidade alguma.

O Ponto Máximo fuçando  o "mais querido" Diário Oficial do Município descobriu uma manobra no mínimo suspeita.


Consultando os nossos analistas que batem ponto no café da Djane, ficamos sabendo que essa jogada do interino, é para poder tirar algumas certidões que estão pendente e poder finalmente botar as mãos em quase hum milhão e meio de reais que tem para receber da Caixa Econômica Federal referente a compra da folha de pagamento da prefeitura pela CEF, desde de abril do corrente ano.


O projeto de lei 1.180 de 23 de novembro de 2016 tem o aval da covarde Câmara Municipal que autoriza ao Executivo Municipal a dar em garantia quotas do Fundo de Participação dos Municípios - FPM para parcelamento de débitos junto ao Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público – PASEP.

A manobra política no apagar das luzes poderá comprometer as receitas da próxima gestão, que terá seu orçamento cada vez menor.


O que barbosa vai fazer com esse dinheiro? Ganha uma Fanta é um pão doce quem adivinhar.


Com a palavra o Excelentíssimo Senhor Prefeito Interino. 


Nota*: "Barbosa não morreu" jargão de sucesso na década de 80, do personagem vivido por Neyla Torraca em TV Pirata.