Literatura e outras belas artes se integram à beleza da praia da Pipa

terça-feira, 6 de dezembro de 2016


Mantendo seu conceito original, que integra a literatura a diversas expressões artísticas, estreia mais uma edição do FlipAut, que transcorrerá no período de 7 a 10 de dezembro na Praça dos Pescadores e em espaços descentralizados. 
A sétima edição do Festival Literário Alternativo da Pipa - FlipAut – será realizada no período de 7 a 10 de dezembro (quarta a sábado), e terá sua estrutura montada mais uma vez na Praça dos Pescadores, no centro da Praia da Pipa, situada a 80 km da Capital, localizada no município de Tibau do Sul. Além disso, alguns espaços como Calígula Pizzaria, Ateliê Rafa Santos e Umbar Baraumba, entre outros, também promovem atividades como saraus, exposições e oficinas. Marque já sua viagem e deslanche nesse universo multifacetado.   
O FlipAut surgiu em 2010 por iniciativa do produtor cultural Jack D’Emília, italiano natural de Roma que reside há algumas décadas na referida praia. Em diálogo com um grupo de artistas, escritores, jornalistas, ativistas ambientais e microempresários, foi dada a largada para a primeira edição, que inicialmente acontecia no mesmo período do festival oficial (Flipipa). 
Dentro do conceito que o configura como “alternativo” está o fato de que os escritores, poetas, produtores, colaboradores e oficineiros que participam são absolutamente voluntários, isto é, não recebem cachês para trocar conhecimentos e experiências com os espectadores. “Todos participam pelo simples prazer de propiciar e vivenciar junto à grande e heterogênea comunidade local e global uma experiência de tamanho valor cultural”, resume o idealizador Jack, que mantém o blog oficial do evento (www.flipaut.blogspot.com) atualizado com matérias sobre as atividades programadas. 
A ideia original foi descentralizar os acontecimentos e, sem conflitos com ninguém, colaborar para popularizar a literatura e as belas artes em todas suas formas. Com o intuito de permear as barreiras sociais e espaciais, as atividades são apresentadas na praia, na escola, na esquina da rua, num boteco... em qualquer canto, de manhã, à tarde, de madrugada! A programação – desde a feira de livro, oficinas, exposições, palestras, bate-papos, projeções audiovisuais, e muitas outras – é preparada com carinho para atender a todas as faixas etárias.