Conexão Enem, da Assembleia, está entre os 50 melhores projetos de aprendizagem

quinta-feira, 20 de abril de 2017


Crédito da Foto: Assessoria de Comunicação

O Conexão Enem, projeto da Assembleia Legislativa, que vem preparando com sucesso estudantes para o Exame Nacional do Ensino Médio, agora exibe mais uma conquista: foi classificado entre os 50 melhores projetos de Gestão da Aprendizagem da Fundação Lemann. Com essa classificação, o projeto passa para a próxima fase do processo seletivo do Programa de Talentos da Educação 2017. A notícia está sendo comemorada na Casa Legislativa.

“A educação é a base de tudo. Estamos felizes com o sucesso do projeto e com a certeza de que a nossa responsabilidade só aumenta. É uma satisfação contribuir com a formação dos nossos jovens, cooperando para o seu ingresso no ensino superior”, afirmou o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

O professor João Maria de Lima, coordenador do projeto, foi quem participou do processo seletivo do programa Gestão para a Aprendizagem da Fundação Lemann. Informa que a a Fundação visa formar uma rede de Talentos da Educação, que já apoia mais de 70 pessoas do setor público, privado e terceiro setor. Nesta rede, é possível potencializar ações, se conectar com lideranças e ir cada vez mais longe.

“São pessoas e projetos que podem causar impacto de verdade na educação pública”, afirma o coordenador.

Conexão Enem
O programa é exibido pela TV Assembleia e voltado para estudantes de todo o RN, que buscam aprofundar a preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio - Enem. O programa é semanal, ao vivo e com reprises e já é uma marca da atual gestão do presidente Ezequiel Ferreira, que tem dado todo o apoio para sua concretização. Além das exibições na TV aberta, o Conexão Enem pode ser visto no YouTube.  Este ano, a novidade é a ida dos aulões presenciais, que ocorriam na AL, para o interior, oportunizando que mais alunos participem presencialmente

Rede de Talentos
A iniciativa conta com mais de 70 pessoas entre professores, empreendedores, gestores públicos e membros do terceiro setor. O programa surgiu em 2014 e, desde o começo, buscou identificar lideranças que já realizam ações importantes na área de educação para conectá-las em rede e ampliar seu potencial.

Quem faz parte do Talentos da Educação, em especial durante o primeiro ano no programa, participa de encontros de imersão com os demais integrantes da rede e realiza diferentes atividades, como seminários e eventos da Fundação Lemann. Tudo isso para aperfeiçoar suas habilidades de liderança e debater os desafios técnicos e políticos envolvidos em reformas educacionais.

Ao longo dos anos seguintes, os participantes do programa continuam a interagir em rede e recebem apoio e formação customizada em temas específicos, com a finalidade de desenvolver ou aprimorar novas ideias e soluções para a melhoria da qualidade da educação brasileira. A participação no programa possibilitará o desenvolvimento de parcerias, o aperfeiçoamento de habilidades de liderança e o acompanhamento constante para o desenvolvimento e implementação de iniciativas de impacto, além de uma rede de troca de experiências entre os participantes.