|

Audiência pública na Assembleia Legislativa debate ataques as agências bancárias nesta sexta-feira

quinta-feira, 11 de maio de 2017



Crédito da Foto: João Gilberto

As recentes explosões à agências bancárias no interior do Rio Grande do Norte estão na pauta de discussões da Assembleia Legislativa. Por proposição do deputado Hermano Morais (PMDB), a Casa Legislativa vai promover audiência pública nesta sexta-feira (12), às 9h, para debater a situação das agências destruídas pelos atos criminosos. Segundo ele, as ocorrências geram ônus financeiros à população e impactos negativos à economia dos municípios.

“Além do clima de insegurança instaurado por essas ações, a demora no restabelecimento dos serviços bancários causa prejuízos para os cidadãos, que precisam se deslocar para municípios vizinhos com a finalidade de resolver suas demandas bancárias e, por consequência, acaba aplicando seus recursos nestas outras cidades”, justifica Hermano Morais.

De acordo com o parlamentar, o debate visa dar visibilidade ao tema e sensibilizar as instituições bancárias, sobretudo a Caixa Econômica Federal e o Banco do Brasil, para a discussão de alternativas em torno do assunto. Foram convidados ainda representantes dos Poderes Executivo e Legislativo dos municípios atingidos, Bradesco, Comando de Policiamento do Interior, Secretaria de Segurança Pública do Estado, Secretaria de Justiça e Cidadania e Polícia Federal.

Explosões

De acordo com o Sindicato dos Bancários do Rio Grande do Norte, somente de janeiro a março foram 21 ataques com explosões a bancos em 16 municípios potiguares: Baraúna, São Paulo do Potengi, Cerro-Corá, Japi, São José do Campestre, Tangará, Lajes, Umarizal, Santa Cruz, Florânia, São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Santana do Matos, Serra Negra do Norte, Caraúbas e Tenente Laurentino.

Em abril os municípios de João Câmara e Touros foram alvos de novas explosões. Já na última terça-feira (09), uma quadrilha tentou assaltar um carro-forte na agência do Banco do Brasil na BR-101, em Natal.  Com esta ação, subiu para 36 o número de ataques a agências bancárias e carros-fortes registrados este ano, em 27 cidades do RN. Somando-se esses números aos ataques às agências dos Correios este ano, já são 54 ocorrências em 38 cidades potiguares.