|

Centro Cirúrgico de Guamaré atinge a marca de 1.370 cirurgias com nível zero de intercorrências

terça-feira, 23 de maio de 2017






Inaugurado há pouco mais de dois anos, o Centro Cirúrgico do Hospital Manoel Lucas de Miranda em Guamaré chegou à marca de 1.370 cirurgias realizadas, na manhã desta terça-feira (23). O detalhe é que o nível de intercorrências nesses procedimentos foi de zero por cento.

A intercorrência médica é o termo que define a ocorrência de um evento inesperado em um procedimento médico, que não poderia ser em geral previsto ou alertado ao paciente. A notícia é animadora para toda a equipe médica do Centro Cirúrgico, onde a prefeitura investiu cerca de R$ 500 mil com recursos próprios para equipá-lo. 

Referência em baixa e média complexidade
Desde a sua inauguração, o Centro Cirúrgico tornou-se referência em procedimentos de baixa e média complexidade, não apenas para a cidade, mas para a população dos municípios das regiões do Mato Grande e Salineira que procura pelos serviços. O hospital é o primeiro no setor público do interior potiguar a oferecer esse tipo de atendimento.
A Secretaria Municipal de Saúde computa a média mensal de 160 procedimentos cirúrgicos, divididos nas duas salas que compõem o Centro Cirúrgico. “A nossa gestão investe continuamente nesse serviço, vencendo os desafios com a eficiência da equipe médica e observando os avanços da medicina com as novas tecnologias”, destacou o prefeito Hélio Willamy.

Saldo positivo
Durante pouco mais de 24 meses em atividade, o Centro Cirúrgico de Guamaré atendeu casos de cirurgias herniorrafias, colecistectomias, histerectomias, ooforectomias, parto por cesariana, cirurgias otorrinolaringológicas, proctológicas, mastológicas e urológicas.
As cirurgias ortopédicas de ombro, joelho, ginecológicas, correção cirúrgica de fraturas e de túnel do carpo também já são feitas na cidade, a exemplo do que acontece com os casos de indicação cirúrgicas nas áreas ginecologia, cirurgias vasculares e otorrinolaringológicas.

Videoartroscopias já são feitas em Guamaré
“A determinação do prefeito Hélio Willamy é que a gente busque soluções para resolver até 90% dos casos que chegam, sem que o paciente tenha que se deslocar para Natal em busca de atendimento médico”, revelou Adriano Diógenes, lembrando que nesse mês de maio o Centro Cirúrgico já começou a realizar as videoartroscopia, inicialmente de joelho.