|

Juiz de Direito declara que iniciativa da gestão Tulio Lemos pode trazer uma revolução social para Macau

quarta-feira, 26 de julho de 2017











“Macau deu um passo na frente na luta pela garantia dos direitos da criança e do adolescente. Pode partir daqui o início de uma grande revolução social para cidade”, a declaração foi do juiz da Vara da Infância da Comarca de Currais Novos, Marcus Vinícius Pereira Júnior, durante a recepção da comitiva da cidade, que atendendo o chamado do prefeito Tulio Lemos foi conhecer nesta terça-feira, 25, os projetos financiados pelo Fundo da Infância e da Adolescência-FIA na cidade de Currais Novos.
Na delegação de Macau, além do prefeito Tulio Lemos e da primeira-dama e presidente do Conselho Municipal dos Direitos de Criança e do Adolescente, Andrea Lemos, estiveram presentes, secretários municipais, conselheiros tutelares, assistentes sociais, representantes do Ministério Público e de Igrejas e ainda oito dos treze vereadores.
Recepção pelo prefeito Othon Júnior
Inicialmente, a comitiva de Macau foi recebida na sede da Prefeitura de Currais Novos pelo juiz Marcus Vinícius e pelo prefeito Odon Júnior. Na ocasião, representantes de outros municípios também conheceram detalhes de projetos sociais que funcionam no município financiados com recursos do Fundo da Infância e da Adolescência-FIA.
A próxima parada foi o Casarão da Poesia, onde foi apresentado um projeto de música com crianças, depois o prefeito Tulio Lemos e comitiva visitou a Casa do Podre, onde almoçaram e conheceram o trabalho de amparo social da instituição com crianças em vulnerabilidade. A instituição é referência é uma referência em toda a região seridoense pelos serviços sociais prestados à população carente.
Casa do Pobre, um exemplo de solidariedade
“A Casa do Pobre é um exemplo de solidariedade para o Brasil e o mundo, através do incansável trabalho realizado pela Irmã Ananília, fundadora desta Casa, que há 24 anos se dedica em alimentar, educar e, acima de tudo, oferecer amor ao próximo”, disse o prefeito Tulio Lemos, que juntamente com a comitiva de Macau almoçou na instituição.
No período da tarde, o grupo conheceu o trabalho do projeto Polícia Mirim, desenvolvido em Currais Novos com a participação de 300 crianças e adolescentes. O projeto contempla o público assistido com esporte, educação e lições de cidadania, tendo como foco a formação de uma geração sadia e consciente dos seus direitos.
A importância do FIA
A visita à cidade de Currais Novos terminou já no final da tarde pela Câmara Municipal, onde a comitiva de Macau foi recebida pelo presidente do Legislativo, vereador João Neto. No plenário, algumas explicações sobre a importância da lei que institui o Fundo da Infância e da Adolescência-FIA e os benefícios da aplicação dos recursos e fiscalização para o bom desempenho das políticas públicas de proteção e garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes.