Cordel, fotografia e maquetes remontam 412 Anos de Colonização Portuguesa de Guamaré

terça-feira, 22 de agosto de 2017










Uma noite de encher os olhos e o peito de orgulho dos filhos de Guamaré. Foi esse o tom que tomou conta dos visitantes da Exposição 20 de Agosto, em comemoração aos 412 anos de Colonização Portuguesa, nesta segunda-feira, 21.

Com o tema: “Guamaré desbravadora – Mostrando sua história”, a exposição montada no Clube Municipal remontou a história da cidade em fotografias, maquetes e cordel. Tudo isso foi possível, graças a um concurso que premiou alunos do 9º ano da Escola Municipal Maria Madalena (Baixa do Meio), nas três categorias.

Presente a solenidade, a jornalista Jandir Cadéas declarou que o 20 de agosto é o símbolo maior da história do município. “Vimos aqui um resgate histórico, que precisa se manter vivo. A prefeitura ao longo dos últimos anos vem apoiando esse evento que já é uma tradição”, ressaltou a jornalista, que no próximo mês estará lançando seu quinto livro com recortes da história do município. 

A vice-prefeita Iracema Morais representou o prefeito Hélio Willamy e na sua fala lembrou que a gestão atual nunca deixou faltar apoio para as comemorações dessa data tão importante no calendário cultural da cidade. No evento aconteceu ainda, uma mostra do artesanato local, exposição de telas e livros de Gonzaga Filho e as apresentações do Grupo Macambirais (Passa e Fica), música ao vivo e capoeira. 

Coube ao cordelista Francisco de Betânia apresentar o tema da exposição em forma de cordel, já os alunos premiados nas três categorias, foram agraciados com medalhas, certificados e presentes patrocinados (bicicletas, smartphones e fones de ouvido). Os avaliadores do concurso receberam certificados e kits com livros da jornalista Jandir Cadéas.