4 de abril de 2019

Prefeitura de Guamaré avança em transparência com o primeiro Pregão Eletrônico





 Seguindo uma determinação do prefeito Adriano Diógenes, de reduzir custos e dar agilidade aos processos administrativos, a Prefeitura de Guamaré realizou nesta terça-feira, 02 de abril, o primeiro Pregão Eletrônico do Município.

“Desde os primeiros dias da nossa gestão até o presente momento a Comissão Permanente de Licitação vem se preparando para operacionalizar esse tipo de sistema, capacitando os servidores e adequando a infraestrutura a essa nova realidade”, destacou o prefeito Adriano Diógenes.

 A modalidade de Pregão Eletrônico em Guamaré foi instituída pelo decreto 003/2009, no entanto, somente no final de 2018 foi possível o Poder Executivo iniciar o processo para cumprir o decreto, com a instalação de uma nova estrutura de internet, graças à chegada da fibra ótica no município.


Segundo o Secretário Municipal de Administração, Marcondes Diógenes, o Pregão Eletrônico como o próprio nome sugere, acontece de forma eletrônica, por meio de plataforma de negociações. “No caso da Prefeitura de Guamaré, utilizamos o Compras Net, o mesmo sistema utilizado pelos órgãos federais, o que nos proporciona mais confiabilidade nos processos licitatórios”, destacou.

 Ainda segundo explicou o Secretário de Administração, o Pregão Eletrônico oferece diversas vantagens, tanto para o público externo (população e fornecedores), quanto para o público interno, que são os gestores públicos. Dentre as vantagens, Diógenes elenca que o pregão eletrônico possui maior publicidade, proporcionando uma concorrência maior entre os fornecedores, e consequentemente menor preço para a administração pública. 

“Estudos apontam que o Pregão Eletrônico gera de economia aos cofres Públicos em torno de 20 a 30 % com a redução dos preços, em virtude dessa ampla concorrência”, acrescentou Marcondes. Essa modalidade permite que empresas de qualquer parte do país, cadastradas no Sistema de Cadastramento Unificado de Fornecedores, do Portal de Compras do Governo Federal, participem da licitação.

 “Essa nova modalidade de licitação coloca Guamaré no padrão de grandes municípios do país. É um salto em transparência, agilidade, eficiência e economia”, ressaltou o prefeito Adriano Diógenes, acrescentando que outra vantagem é a agilidade no processo, já que durante o Pregão Eletrônico são conhecidas as propostas das empresas, que não precisaram se deslocar até Guamaré para participar do certame.

Todo processo é feito via sistema, por meio das chaves de acesso do pregoeiro e dos interessados, que fazem seus lances diretamente de um computador, de onde estiverem. No mesmo dia, acontecem as etapas de lances e, também a divulgação da empresa vencedora, que deve obedecer aos critérios da licitação propostos no edital.

IMAGENS: ALEXANDRE BARBOSA